segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Marina Silva

Para quem, tal como eu, já tiver conhecimento da estranha grande quantidade de pessoas importantes (lista parcial) que já morreram em estranhos acidentes de avião - e souber também que os aviões não se convertem, simplesmente, numa "bola de fogo", no decorrer das suas normais actividades...
Deixo aqui a muito forte suspeita que tenho, quanto à recente morte do candidato presidencial brasileiro, Eduardo Campos, tal como a exprimi em dois comentários recentes, que fiz noutros sítios na Internet.

(O que eu digo, sobre alguns movimentos ecologistas brasileiros serem controlados - e que sustenta a minha, mesmo muito, forte suspeita sobre este caso - pode ser lido nalguns resumos de um relatório que foi publicado pelos serviços secretos brasileiros, em 2005, e que eu republiquei, há uns poucos anos atrás, num fórum de discussão brasileiro sobre estas temáticas, <aqui>. E, quanto ao outro facto, que eu menciono, da imprensa brasileira ser notoriamente controlada, basta ler o que é dito por quem a vê e lê constantemente, tal como é expresso neste pequeno artigo de análise e também no primeiro comentário a esta notícia.)


[Comentário a "Caso Boqueirão", no blogue de Frederico Duarte Carvalho]

A imprensa controlada internacional - e, pelo que sei, também a brasileira - está a promover a Marina Silva como possível sucessora de Dilma, nestas próximas eleições presidenciais.

E, Marina Silva está agora a concorrer nestas eleições, porque Eduardo Campos entretanto morreu.

Marina Silva é uma conhecida "ecologista", que não quer ver desenvolvida a zona amazónica do Brasil. E, já recebeu vários prémios de organizações controladas pelas famílias reais europeias, pela sua luta contra o desenvolvimento brasileiro.

Curiosamente, Marina Silva era suposto estar no jacto privado em que morreu Eduardo Campos. Mas, à última da hora, mudou de planos.


*

[Comentário a "Brasil: Marina encosta em Dilma e desponta como favorita à presidência", no sítio na Internet da emissão em português da Voz da Rússia]

Com este tipo de propaganda a surgir, em força, na imprensa brasileira e ocidental... Já percebi, então, porque razão foi o jacto particular de Eduardo Campos vítima de atentado - do mesmo tipo através do qual já morreram muitos políticos e empresários importantes, no Ocidente... (E, jacto esse, no qual, curiosamente, Marina também era suposto estar - mas no qual, à última da hora, decidiu não embarcar...) Era para que pudesse ser antes a Marina Silva a concorrer - para que, com a ajuda da imprensa e empresas de sondagens, controladas pelos grandes interesses económicos ocidentais, se tente pôr antes uma suposta "ecologista" no poder, que seja contra o desenvolvimento económico brasileiro... (Procurem na Internet por textos, cada vez mais difíceis de encontrar, como "ONGs são fachada para países ricos, diz relatório" e "Abin investiga ONGs estrangeiras pseudoecológicas". O suposto movimento ecologista amazónico é obra de - e é controlado por - as famílias reais europeias.) Não digo que Marina seja um peão consciente numa conspiração destas. Mas, apenas alguém que foi eficazmente lavada ao cérebro, pelas falsas ideologias "ambientalistas" - que são, na verdade, antiprogresso (especialmente em países que possam vir a rivalizar com os, muito mais desenvolvidos, países ocidentais).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.