sábado, 18 de outubro de 2014

Países atingidos por surto de ébola são ricos em recursos naturais

Um muito pequeno excerto de uma entrevista recente feita a um dos melhores investigadores que conheço, seguida de uma entrevista a um membro do Movimento LaRouche e de dois comentários que eu deixei, há umas semanas atrás, no blogue do meu amigo Dr. Octopus - comentários esses, que poderão explicar a não preocupação com este vírus (que é denunciada na segunda entrevista) por parte da classe dirigente norte-americana.





Dois comentários que deixei a uma colocação e seus respectivos comentários:


Deus não existe.

E, por isso, não deverá fazer nada pelos povos da África Ocidental - que, para grande azar seu, vivem numa zona do Planeta rica em recursos naturais, constituída por países de Terceiro Mundo, do tipo que são frequentemente alvo de políticas ocidentais que visam reduzir as populações nativas desses países. (http://www.hli.org/resources/exposing-the-global-population-control/)

Pessoalmente, suspeito muito mais de uma mão humana, por trás desta epidemia e dos resultados da mesma - do que de uma qualquer intervenção divina, ou obra do mero acaso.

E, acho mesmo muito interessante que os médicos estadunidenses atingidos por esta doença tenham sido salvos por um suposto tratamento experimental - enquanto que esse mesmo tratamento, muito convenientemente, não é administrado às populações africanas.

Pois - para além de serem conhecidos os planos estadunidenses de redução populacional em países de Terceiro Mundo - andasse eu a espalhar vírus propositadamente, só usaria aqueles vírus para os quais houvesse uma cura - para, caso fossem atingidas pessoas que não fosse conveniente eliminar, pudessem tais possíveis problemas ser resolvidos.


*

E, ainda sobre epidemias (ou pandemias) que, convenientemente, reduzem a população africana (e mundial) - e sobre um outro vírus específico que foi mencionado...

http://www.larouchepub.com/eiw/public/2000/eirv27n28-20000721/eirv27n28-20000721_006-aids_the_deliberate_catastrophe.pdf

(Já repararam que, enquanto para um normal cidadão, ter SIDA é sinónimo de morte anunciada, para um certo desportista famoso e com muito dinheiro, tal já não foi verdade? Suponho que também tenha sido "intervenção divina"...)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.