sexta-feira, 11 de março de 2011

O semanário "Tal & Qual", há 5 anos atrás...

Uma <interessante notícia> que acrescento ao meu pequeno arquivo neste sítio, na secção de textos sobre atentados de bandeira falsa.
Há mais para além do que é dito nesse texto. Leiam isto, isto, isto e isto e vejam também isto.
Sobre o 11 de Setembro, de início também a maior parte das pessoas leitoras de imprensa alternativa, apenas apontavam para o seu "conhecimento prévio" por parte do governo... (O que levava a suspeitar que tal coisa tinha sido propositadamente deixada ocorrer, para que daí o governo norte-americano pudesse colher todos os benefícios...) Anos depois, com toda a quantidade de informação recolhida por investigadores, que é já do conhecimento público, a apontar na mesma direcção, já toda a gente bem informada só fala mesmo é em "autoria" dos próprios atentados.
Eu ainda mal me dei ao trabalho de começar a pesquisar sobre mais estes ataques ocorridos no país vizinho a 11 de Março de 2004. Mas, depois de saber o pouco que já sei sobre estes atentados e saber o que sei sobre o 11 de Setembro, uma explosão semelhante ocorrida em Bolonha em 1980, o 7 de Julho em Londres e o atentado no aeroporto de Madrid-Barajas e saber quem é que claramente anda a beneficiar com tudo isto... Não sei porquê, mas surge-me, assim do nada, como que uma forte suspeita sobre quem terão sido os verdadeiros autores das explosões ocorridas na data que hoje se assinala.

4 comentários:

  1. Fernando,

    O link para a notícia do TalCal está morto!

    Sobre os atentados que referes, julgo que não há grande dúvida sobre a origem e planificação dos mesmos. De todas as provas que tenho conhecimento, a mais brutal é a entrevista de uma TV inglesa ( ITN? ) ao chefe da brigada anti-terrorista da policia britânica, onde este admite que estavam a conduzir exercícios anti-terroristas precisamente nos 4 locais onde explodiram as bombas...
    Infelizmente não consegui encontrar esse video ( cada vez mais Google e Youtube ajudam menos )!

    ResponderEliminar
  2. O sítio onde está alojada a notícia andava ontem com problemas... E por vezes é um pouco lento.
    Aconteceu-me também ter de fazer uma correcção ortográfica na transcrição... (Só se, logo por azar, clicou na ligação nos muito poucos segundos de intervalo que demora a substituir a notícia... Peço desculpa, se tiver sido esse o caso.)
    Eu vou estando atento ao meu arquivo. Se acontecer novamente as ligações para este estarem temporariamente em baixo, é uma questão de tentarem depois novamente.
    (E obrigado pelo aviso!)

    Mais do que nas mesmas estações, os mencionados exercícios de "simulação" no 7/7 ocorreram, no mesmo dia(!) e à mesma hora(!)...
    Sei qual é o vídeo. E devo ser capaz de o encontrar.
    Tenho um extenso arquivo "multimédia" sobre este tipo de assuntos e se não tiver o vídeo em causa no meu arquivo, facilmente o encontro online.
    Vou, daqui a poucas horas, sair de casa e vou estar uns dias longe do meu computador pessoal. Por isso não sei ainda quando é que aqui poderei colocá-lo.

    ResponderEliminar
  3. (Aproveitando algum tempo livre antes de me ir embora...)
    Demorou-me 10 segundos. Pois sei o nome da pessoa em causa.
    Aqui vai então: "Peter Power 7/7 Terror Rehearsal".
    Com esses dados pode procurar outras versões desse mesmo vídeo, com melhor qualidade, onde se vê melhor a expressão dele ao referir tal "coincidência".
    Penso que um dos vídeos do Alex Jones - não sei se o "TerrorStorm" - tem esse vídeo em melhor qualidade. E outro que certamente o terá, é o documentário "7-7 Ripple Effect". Relativamente a este último, não sei o quão fidedigno é, e consequentemente, não sei se o recomendo. Mas um que definitivamente recomendo é o que foi feito pelo ex-espião do MI5, David Shayler, intitulado "Mind the Gap".

    ResponderEliminar
  4. Pude entretanto confirmar que é de facto o filme TerrorStorm que também fala sobre o 7 de Julho e exibe o mencionado trecho de vídeo.
    E aproveito para deixar a dica que, quem quiser saber mais sobre esta história de terrorismo praticado por estados, pode ver um bom apanhado sobre o assunto nesse mesmo documentário.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.