sábado, 26 de novembro de 2011

"That's aa... Francisco Pinto Balsemao."

Que foi o patrão do grupo Impresa fazer ao Canadá, em Junho de 2006? Que clube é esse de que ele faz parte? Que assuntos lá se discutem? E qual o propósito de tal clube?
Saibam as respostas a estas perguntas, naquele que é, definitiva e simplesmente, um dos melhores documentários de sempre sobre a NOM. E que é também, talvez, o melhor filme até agora feito por Alex Jones.
Uma obra de visionamento obrigatório, para todos aqueles que querem compreender e conhecer minimamente esta incrível conspiração.
Para quem ainda não o tenha visto, coloco aqui Endgame: Blueprint for Global Enslavement.


(Trecho de promoção e página oficial do filme. Algumas das fontes usadas no documentário, aqui.)

(E para quem quiser estar ainda melhor informado sobre esta história, faço aqui uma importante correcção ao que neste filme é dito pelo seu autor...)
A tese que Alex Jones defende, de que o regime nazi alemão foi um plano abortado do projecto da NOM, é deveras perturbadora. Pois é uma que nos deixa a pensar que, não fosse ter havido um conflito interno entre os cabecilhas deste projecto, aquela assustadora mancha que se vê, por exemplo, nas cenas iniciais do filme Inimigo às Portas, ter-se-ia espalhado por toda a Europa e boa parte do Mundo, e já hoje estaríamos a viver sob esta ditadura...
A tese tem bons argumentos que a sustentam. E, de facto, de entre todos os sistemas políticos até agora existentes, o regime nazi é aquele que mais se assemelha ao projecto da NOM. Seja na mistura que fez de Capitalismo com Comunismo, no extermínio sistematizado de cidadãos sob o seu jugo e nos vários projectos de vanguarda no domínio da experimentação científica em seres humanos. Mas, tanto quanto me pude informar, através daquelas que são as fontes mais credíveis que conheço, que têm pesquisado seriamente sobre este assunto - com o Dr. John Coleman a surgir em primeiro lugar, como aquele que melhor explica tudo isto e melhor sabe do que está a falar - não se tratou deste caso.
A correcção, fi-la uma vez num comentário, num fórum de discussão de um dos sítios do Alex Jones. E pode ser lida aqui.
E quem se interrogue sobre que sentido fazem, então, as declarações de apoio a Hitler, por parte de quem chegou a ser o detentor da coroa britânica, lembre-se de que este tipo de pessoas - tal como explica Webster Tarpley nesta conversa - não primam pela sanidade mental.
E mais provas disso, são fáceis de encontrar.
Já o grupo que constituía a Administração Bush - que era, oficialmente, encabeçada por uma das mais importantes famílias envolvidas nesta conspiração - era conhecido, no meio político norte- -americano, como "the crazies" ("os malucos").
E que as pessoas envolvidas em tudo isto são imensamente loucas, é uma conclusão a que qualquer pessoa, que se informe minimamente sobre este projecto, rapidamente chega.

8 comentários:

  1. Concordo que este é, provavelmente, o melhor documentário do Alex Jones.
    Quem o quiser ver com legendas ( brasileiras ) fica aqui o link : http://video.google.com/videoplay?docid=6049476031245507048

    ResponderEliminar
  2. E, já me esquecia, além do Balsemão estava lá o Augusto Santos Silva, Ex Ministro da Educação e Ministro da Cultura, Ministro dos Assuntos Parlamentares e Ministro da Defesa Nacional dos governos de José Sócrates.

    ResponderEliminar
  3. Obrigado pelo acrescento da versão legendada, Viriato.

    A mim, a pessoa que é identificada no documentário como sendo Augusto Santos Silva, não parece ser ele... Mas, sim, ele é reportado como tendo lá estado. Ele e também o Aguiar-Branco. (Para além do Balsemão, que se pode ver nas filmagens.)
    Mas sobre o Sr. de iniciais SS que lá parece ter estado, e também a propósito de algo que eu disse no blogue do Viriato, há uma interessante declaração que ele fez, numa entrevista na RTP, que partilhei com outras pessoas, há uns tempos atrás, no fórum do sítio do Alex Jones que mencionei.

    "...a crescente sobreposição e controlo do Capital relativamente ao Estado, cada vez mais torna a Democracia numa mera fachada, usada para convencer o comum cidadão de que decide alguma coisa e como instrumento para dissimular e esconder o real regime em que todos vivemos - a ditadura capitalista."
    --- Creio que isto sim, foi o que eu escrevi, uma vez no passado, antes de saber sequer da existência do Clube Bilderberg

    ResponderEliminar
  4. Olá Fernando.
    Excelente post!
    O Balsas está em todas! Sinceramente esse homem repugna-me.

    Gostaria de ter um parecer seu para este complicado documento em PDF, que encontrei no Octopus:

    http://www.spirit.kauwila.net/wordpress_kauilapele/111128_ben_fulford_article_11_civ_8500_keenan_complaint.pdf
    Tem a ver com Oriente/Ocidente


    Obrigada e um abraço.

    ResponderEliminar
  5. Penso que a parte do ficheiro que diz "ben_fulford_article" diz tudo.
    Esse sujeito - Benjamin Fulford - é um óbvio agente de desinformação, ao serviço do poder instituído. Que visa claramente ridicularizar toda a gente que expõe conspirações governamentais e distrair as pessoas com falsos assuntos dentro desta temática.
    Como é que se explica que alguém que é já relativamente conhecido pela sua suposta denúncia da NOM tenha conseguido uma entrevista com o David Rockefeller?
    Ele tem vídeos hilariantemente ridículos. Como um em que diz que foi declarada uma guerra, por parte de uma sociedade secreta de ninjas, contra os Illuminati - e em que diz estar a esforçar-se por esconder a identidade de alguém que aparece numa fotografia, que facilmente se encontra não anonimizada na Internet - e outro em que supostamente entrevista alguém que deixou os Illuminati e em que, para mim, a sua linguagem corporal torna óbvio que estamos perante um mau mentiroso.
    Este Benjamin Fulford está, para mim, para o Oriente, como o David Icke está para o Ocidente. Mas, no caso do David Icke, do pouco que conheço dele, continuo na dúvida se o homem não bate realmente bem da cabeça e anda a tentar fazer dinheiro à custa disto, ou se será também ele, conscientemente, um agente de desinformação e ridicularização, que serve os interesses do sistema.

    De início, quando comecei a pesquisar sobre este tipo de assuntos, demorei um bom tempo a identificar quais eram os investigadores sérios desta temática das conspirações e da NOM. E acabei por me divertir até, no decorrer desse processo de filtragem, com certos vídeos ridículos com que me deparava. Quer de pessoal maluco, quer de investigadores de 2ª e 3ª categoria, que faziam um (muito) mau trabalho a investigar e a expor os assuntos.
    (Quem já estiver algo dentro desta temática, e se quiser rir à brava, pode ver, por exemplo, este vídeo recente, em que se fala de um destes "investigadores".)

    Torna-se importante recorrer sempre ao nosso sentido crítico, quando nos informamos sobre este tipo de assuntos.
    Seja para identificar quem são os investigadores sérios, seja para ter consciência de quais são os assuntos que merecem mais atenção e sobre os quais vale a pena nos informarmos em profundidade.
    Os investigadores que considero serem sérios e credíveis e os assuntos que penso merecerem destaque, estão listados nos sítios na Internet que tenha na coluna do lado direito deste blogue, são referenciados na página que tenho de "leitura recomendada" e vão sendo mencionados nas minhas colocações.

    ResponderEliminar
  6. Fernando,

    Nem imagina como lhe estou grata!
    Além de me ter partido a rir sobre as suas considerações sobre o David Icke, fiquei realmente esclarecida.
    A internet é um pau de dois bicos e só pessoas com muitas horas de pesquisa como o Fernando Negro, têm a minha plena confiança.
    Acredite que tem aqui uma verdadeira admiradora... :)

    Vou até deixar o link nos comentários do blog Octopus.

    Quanto ao tipo, o Wilckox... já acrescentou no seu site que está arrependido de ter duvidado de Fulford. Ou seja, estão todos malcomunados. Ainda por cima menciona, quando pude ler com mais calma, a nova religião, aquela que tem a luz de um sol "verde", o new age!!

    Obrigadíssima e um abraço.
    Bem haja!

    ResponderEliminar
  7. Caro Fernando,

    Partilho consigo e com a Fada do Bosque a importância fundamental em recorrer ao nosso sentido crítico.

    Existem efectivamente na internet muitos sites que mais não fazem do que desacreditar certas teorias conspirativas através do ridículo.

    Gostei muito deste seu último comentário, que confirma que é de uma pessoa atenta.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Fernando,vou deixar aqui estes links que acho de extrema importancia e que deixei também no octopus.
    O fim programado da democracia e outros temas interessantes para quem quer entender a dinâmica do mundo.
    Entretanto a engenharia social da Nova Ordem Mundial vai a vapor, infelizmente.

    Um abraço.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.