quarta-feira, 27 de julho de 2011

Bravo, Sean Hoare

Achei que, a propósito de um comentário que hoje publiquei noutro blogue, deveria assinalar aqui a morte de um jornalista que teve a coragem de denunciar o que devia, e deverá sempre, ser denunciado e que poderá, tal como muitos antes dele, ter pago por esse acto com a sua própria vida...
Que haja sempre pessoas assim, que, por mais caminhos errados que tomem ao longo das suas vidas e por mais podre que seja o mundo em que vivem - e em que todos vivemos - não percam, por completo, os seus valores e não deixem de retornar aos princípios da decência e honestidade, que deveriam ser partilhados por todos.

E como nota final, que penso ser de interesse... Reparem como quem nos diz que não há nada de suspeito na morte deste jornalista - a polícia e os média de massas - são as mesmas entidades implicadas no que este denunciou...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.