quinta-feira, 30 de junho de 2011

O que os média não vos mostram sobre as manifestações na Grécia

Validando o que disse, há uns dias, noutro blogue, reparem nos interessantes personagens de cara tapada a largar barras de ferro e a caminhar na direcção da polícia, sem que esta lhes faça alguma coisa...



Junte-se a estes personagens um considerável grupo de pessoas com a mesma mentalidade que as claques dos clubes de futebol e temos a receita para mais uma manifestação abortada...
Mas reparem que há quem não goste mesmo nada (veja-se este vídeo, a partir dos 4 minutos) deste tipo de gente e do facto destes grupos repetidamente providenciarem o pretexto para que a polícia reprima todos quantos participam nestas manifestações.
Vejam também o mesmo tipo de personagens a serem apanhados e denunciados numa televisão local, há três anos.
E se quiserem um outro exemplo, quase hilariante, deste tipo de fenómeno, a ocorrer noutro país, vejam também este vídeo e a confirmação, por parte das autoridades, do que nele é denunciado.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

"Leiam. Leiam enquanto podem..."


"Estamos (...) cerca del cierre total y absoluto de Internet."
--- Daniel Estulin, numa entrevista ontem publicada
(1) Comecei por dizê-lo de forma discreta, talvez em 2002 ou no início de 2003, quando comentava uma lista de hiperligações cheias de informação bombástica deixadas num sítio de notícias para o pessoal activista, (a citação, aliás, que faço de memória e que serve de título a esta colocação, foi parte do que disse)
(2) voltei a dizê-lo a meio de 2003, quando, após uma pesquisa séria de 3-4 meses de duração, gritava em choque e que nem um louco, nesse mesmo sítio de notícias, que o 11 de Setembro tinha sido um auto-atentado,
(3) disse-o em 2009, a propósito de um vídeo, num fórum de discussão para quem pesquisa mais seriamente sobre este tipo de assuntos,
(4) voltei a dizê-lo, no início deste ano, neste blogue, pouco depois de o criar,
(5) disse-o, há um mês, num comentário a uma colocação noutro blogue,
(6) comentei-o há pouco no blogue do Daniel Estulin,
(7) e irei dizê-lo uma última vez...

Leiam bem estas palavras. A continuarem a evoluir as coisas como têm evoluído até agora, a Internet, pelo menos tal como a conhecemos, tem os seus dias contados.
A única maneira de impedir isto de ocorrer de forma definitiva é haver uma qualquer Revolução(?) nos EUA e restante mundo ocidental, com vista a acabar com este e outros crescentes tipos de abuso de poder, que não irão parar até que alguém corra com tudo o que são fantoches políticos que servem os grandes interesses económicos a operar na sombra. O que, certamente, não irá ocorrer antes que uma grande confusão se instale e que a Internet seja de facto, pelo menos parcialmente, desligada.
Não sei o quão rápido ou quando é que isto irá ocorrer, mas o que vejo a acontecer no futuro próximo é os nossos governos a controlarem cada vez mais o que se passa nesta rede e, caso alguma coisa estale, a premirem um "botão de pânico" que deverá ser criado sob o pretexto de supostos ataques informáticos.
Ocorreu no Egipto, quando o poder local se sentiu ameaçado, e é minha profunda crença que irá também ocorrer no Ocidente.
As elites que querem o controlo absoluto deste planeta e cujos planos e feitos, que estas querem esconder, têm vindo a ser cada vez mais expostos nesta rede que escapa ao controlo que estas têm sobre a maior parte dos média no mundo ocidental, não irão simplesmente observar - de braços cruzados, impávidas e serenas - enquanto um cada vez maior número de pessoas acordam para, e ficam revoltadas com, o que realmente se passa neste mundo.
Disse-o também, quando expus a verdade que tinha descoberto sobre os atentados de 11 de Setembro (coincidentemente, fazem hoje exactamente 8 anos...) que qualquer pessoa, com acesso à Internet, que se queira realmente informar sobre este tipo de assuntos, pode saber a verdade sobre os mesmos, e que a consciência deste tipo de factos, por parte da população em geral, cresce a cada dia que passa... Tendo concluído o que disse a este respeito dizendo que o poder estabelecido irá acabar por tentar controlar a Internet.
Disse-o há anos e é mais uma das previsões que fiz que, ao que tudo indica, se estão a revelar correctas.
Façam arquivos, do que consideram mais importante, nos vossos computadores e preparem-se como puderem para esta, quase certa, eventualidade.

sábado, 18 de junho de 2011

Eles Vivem


(O primeiro vídeo por mim carregado para o YouTube. Um simples trecho, para despertar interesse pelo clássico de 1988, de John Carpenter, They Live.)

sábado, 11 de junho de 2011

Mortes famosas na Confederação Helvética

Estarão este tipo de ideais, neste momento, também a morrer na Suíça?...

domingo, 5 de junho de 2011

Portugueses, votai

Votem portugueses. Escolham, mais uma vez, quem irá decidir em vosso nome. Não pensem nem decidam por vós próprios, que isso faz mal à cabeça, só dá é trabalho e é uma grande confusão. Abdiquem desses vossos direitos ridículos e deixem que outros decidam por vós. Passem cheques e cartas em branco aos políticos, que eles são de confiança e têm feito um bom trabalho. Sujeitem-se sim à autoridade do Estado e votem.
E votem bem.
Chegou a hora de demonstrarem o quão ciosos são dos vossos direitos, que justiça e empregabilidade querem, o quão livres querem ser, que qualidade de vida querem ter e que melhor rumo acham que o vosso país deve tomar.
Sejam sábios. Sejam inteligentes. E votem, mais uma vez, nos partidos controlados pela "Nova Ordem Mundial"...
(Se dúvidas tiverem sobre o que isto é, saibam que, se gostaram do Estado Novo, então irão adorar a sua versão melhorada e a nível mundial...)
Votem no Bloco Central (CDS/PSD/PS) ou no Bloco de Esquerda (BE). 
(Não, o autor deste blogue não é apoiante de quem lhe quer impor uma ditadura estalinista e o seu conceito de "Liberdade" ou "Democracia" não é a Coreia do Norte...)
Querem saber do que falo? Então continuem a ler...
Que o Bloco Central está, na sua quase totalidade, controlado, já todos têm obrigação de saber.
Mas, para quem fique surpreso com a inclusão do BE no pacote, aqui vão as dicas.
Se leram já o livro de Daniel Estulin sobre o Clube Bilderberg, terão já tido contacto com a descoberta feita pela brilhante mente do Prof. Antony C. Sutton de que o Movimento Comunista é, desde a Revolução Bolchevique, um movimento controlado...
Interessante, é certo. Mas a história não começa aqui... Pois este controlo é muito mais antigo, do que nesse livro é revelado...
Se quiserem saber o quão, podem começar por aqui.
(Tomem nota da última hiperligação e façam disto uma pesquisa paralela a outras coisas, pois deverá demorar alguns meses...)
Quando se sentirem já suficientemente bem informados, e acharem que compreenderam esta história, leiam então o que é dito nesta colocação e tenham em atenção o seguinte...
Já repararam que, apesar de toda a sua retórica, dita "de esquerda", as soluções propostas pelo BE nunca são no sentido de abolir o Capitalismo, mas sim de reformá-lo? Já repararam também que a preocupação dos líderes desta coligação política é sempre, não defender o Comunismo, mas sim o Estado Social?